Algarve Natural

Surpresas e encantos de um universo por descobrir

Na multiplicidade algarvia encontram-se espaços em que a Natureza se encontra ainda em estado puro.

Nos parques naturais, nos sítios classificados, ou nos locais de interesse ecológico, sobrevivem espécies, da fauna e da flora, que fora destas áreas estão já em vias de extinção. Outras há que, graças a características muito próprias da região, só aqui se desenvolveram, constituindo património local.

É bom viver no Algarve!
http://www.facebook.com/algarve.pt

Conheça um Algarve diferente!

 

 

O interior tranquilo e verdejante esconde aldeias tradicionais e paisagens espectaculares.
Aprecie a beleza e o aroma da vegetação onde não falta alecrim, rosmaninho, funcho, tomilho, esteva, urze ou até as orquídeas, mais raras.

É bom viver no Algarve!
http://www.facebook.com/algarve.pt

Casa construída com garrafas de plástico – Nigéria


A Associação de Desenvolvimento de Energias Renováveis (DARE), na Nigéria, descobriu uma nova solução para pessoas que necessitam de um lar. A solução foi encontrada em garrafas de plástico desperdiçadas.

EcoCasa Portuguesa
http://www.facebook.com/ecocasaportuguesa

São Brás de Alportel – Algarve


O centro histórico é o ponto privilegiado para partir à descoberta de São Brás de Alportel. O adro da Igreja Matriz oferece-lhe uma bela panorâmica, desde o barrocal até ao mar, e no seu entorno, pode encontrar algumas das mais valiosas jóias do património concelhio.

Em pleno coração da vila, pode apreciar os mais vistosos e importantes edifícios. Observe o contraste entre os edifícios altos e imponentes e as modestas habitações térreas, percorra as ruas estreitas, demore-se nos largos, aprecie os magníficos trabalhos em cantaria, as chaminés e as açoteias que caracterizam a arquitectura local.

É bom viver no Algarve.
http://www.facebook.com/algarve.pt

Casas para o presente e futuro

Os principais objectivos deste projecto são atrair, sensibilizar e informar as pessoas que procuram (re) construir edifícios e espaços. Para tal, serão convidados todos aqueles/as que projectam, planeiam e executam as construções e os equipamentos, com uma atitude intencional na criação de construções sustentáveis, com menores custos económicos e ambientais aportando valor acrescentado à qualidade de vida.

EcoCasa Portuguesa o “estado da arte”, do cruzamento entre arquitectura, energia e ecologia, o ponto máximo das técnicas e tecnologias passivas e possíveis.

EcoCasa Portuguesa
Obrigado por nos ajudar a mudar o Mundo!
http://www.facebook.com/ecocasaportuguesa

Eco Casa Portuguesa

Uma casa amiga do ambiente e 100% portuguesa

Os promotores da EcoCasa Portuguesa, desígnio que nasceu nas redes sociais, querem construir uma casa amiga do ambiente 100% portuguesa. Desde o projecto de arquitectura aos materiais utilizados, a ideia é que tudo seja made in Portugal e fornecido graciosamente.

Visite a página Facebook da EcoCasa Portuguesa

«A casa modelo será uma forma de os ‘embaixadores’ promoverem os seus produtos e serviços», explica João Monge Ferreira, um dos dois promotores. Esta primeira habitação, um T3 orçado em 150 mil euros a construir «num prazo de dois anos», é um projecto com «uma forte componente pedagógica ambiental», acrescenta.

O também criador do movimento Novos Rurais – que promove o regresso à vida no campo – adianta que o Alentejo e o Algarve são as localizações que estão a ser estudadas, mas o objectivo é que a casa se «adapte aos diversos climas, relevos e matérias-primas de cada região», até porque o futuro do projecto passa pela sua comercialização. «É o aproveitamento e sintonia com o meio ambiente que está na base da arquitectura bioclimática», explica João.

O Sol é «um dos principais elementos a ter em conta, pois o seu aproveitamento, quer em termos térmicos, quer em termos de iluminação, será a peça chave para construção de um edifício sem consumo de energia». Os materiais escolhidos têm um «bom desempenho ambiental e energético», permitindo reduzir o consumo de electricidade – «uma vez que o conforto interior é facilmente alcançado sem recurso a aparelhos de climatização» – e a emissão de gases com efeito de estufa.

Por: Ana Isabel Pereira   Jornal Sol

Fonte da Benémola

Situado nas freguesias de Querença e Tôr, concelho de Loulé, o Sítio Classificado da Fonte da Benémola é um local de grande beleza, ainda pouco conhecido, símbolo da diversidade paisagística da região Algarvia.

O local é atravessado pela bonita Ribeira de Menalva que, abastecida por algumas nascentes, mantém durante os meses quentes de Verão muito mais água do que a maioria dos cursos de água da seca região Algarvia e situa-se numa interessante zona de transição entre o litoral algarvio e a serra, provendo interessantes características.

A Flora é muito rica e abundante, com espécies diversas como salgueiros, tamargueiras, canaviais ou loendros na parte ribeirinha, e outras como alfarrobeiras, aroeiras, tomilhos, alecrins e carrascos, entre muitas outras.

A existência de água durante todo o ano ajuda à fixação e diversidade de espécies de Fauna, aqui habitando, entre outros, guarda-rios, chapins, garças ou mesmo lontras.

A região envolvente tem tirado o melhor partido desta abundância de água, utilizando-a como instrumento primordial agrícola, pelo que ainda se podem ver interessante construções rurais como açudes, noras ou moinhos de água.