Novos Rurais – Farming Culture

Novos valores que sustentam a procura da proximidade com a natureza e com a vida no campo.

Pensar o “rural” e o “urbano” a partir de um ponto de vista dos agentes sociais que realizam essa interação, rompendo com a dualidade inerente a essas categorias. Entre o ‘local’ e o ‘global’

Junte-se a nós no Facebook!

Anúncios

O projecto “Rota Vicentina”

Para ficar a conhecer melhor o projecto “Rota Vicentina” e poder dar o seu contributo, estão calendarizadas 15 sessões públicas de esclarecimento no Alentejo. De Sines a S. Miguel vamos andar de terra em terra com mapas e slides debaixo do braço, e o objectivo de informar, envolver e esclarecer o maior número de pessoas. Participe e divulgue, este é um projecto de toda a região!

Public sessions at Alentejo, in May, June and July 

To learn about the project “Rota Vicentina” and give your input, 15 discussion sessions are scheduled in Alentejo. From Sines to S. Miguel, we’ll cover the territory with the objective to clarify, engage and inform the greatest number of people. Participate and share with your contacts, this is a project of the entire region! 

OS MUITOS ENCANTOS DA COSTA VICENTINA

41Costavicentina2.JPG
Portugal, Costa Vicentina – Vila do Bispo

OS MUITOS ENCANTOS DA COSTA VICENTINA

O perfil serrilhado de altas arribas mergulhando nas águas espumosas. As praias que se prolongam terra adentro em dunas extensas ou são conchas de areia bordejadas por rochas altaneiras. As formas majestosas do Cabo de São Vicente e da Ponta de Sagres avançando indómitas pelo Oceano. 0 anil, o rosa e o vermelho fogo dos amanheceres e poentes no espelho líquido do mar Prazeres para os olhos que a Costa Vicentina proporciona a quem a visita atento à Natureza, ao fascínio de uma paisagem que fala de tempos imemoriais e quase faz esquecer a presença humana.

A Área Protegida da Costa Vicentina estende-se de Odeceixe a Burgau, abrangendo no seu amplo arco cerca de 80 km de costa. Ela é a portunidade de apreciar, no seu habitat natural, quase uma
centena de plantas adaptadas à vivência numa atmosfera carregada de sol e de sal e a solos que vão das areias macias das dunas aos terrenos finos e pobres do xisto, às fissuras das rochas calcárias… um verdadeiro paraíso para os que apreciam as flores silvestres.

A vida animal não lhe fica atrás. Para além das raposas, javalis, texugos, gatos bravos e coelhos são as aves a grande atracção da Costa Vicentina. Nos ribeiros e zonas húmidas habitam mais de vinte espécies com destaque para as garças, cegonhas, guarda-rios e galinhas de água. As rochas da costa abrigam corvos, pombos da rocha e torcazes, gaivotas, gralhas e muitos outros. Aves de rapina com as águias, açores, gaviões, mochos e corujas partilham os céus com mais de trinta pássaros diferentes que, como o melro, o rouxinol e o pintassilgo fazem ouvir os seus maviosos cantos por toda a região.

Camping at its best

Camping has never looked so good. More comforts than home, luxurious furnishings in beautiful surroundings with plenty to keep the children happy and a fridge to cool the wine. It definitely is time to take a new look at camping and many accommodation providers have done just that.
Glamping or upmarket camping is certainly experiencing a boom, becoming more wide spread and more varied.  With everyone looking for value for money holidays, combined with staying closer to home and a better awareness of environmental issues encouraging us to get back to nature, camping has become a great solution that ticks all the boxes. It seems to fit the times we live in, highlighting the key elements of a successful holiday – scenic location, a bit of luxury, a bit of adventure but without being too cost prohibitive.

Cycle Chic

Clássicas de corrida de outros tempos, tornaram-se hoje em dia, concorridas máquinas para utilização urbana. O Rui enviou-me estas fotos, orgulhoso do seu brinquedo novo… mas quem fica bem na bicicleta é a sua cara metade!

via: Lisbon Cycle chic 

Agricultores de Sofá

Agricultores de Sofá
Novos valores que sustentam a procura da proximidade com a natureza e com a vida no campo.

“Segue o teu destino…Rega as tuas plantas; Ama as tuas rosas. O resto é a sombra de árvores alheias”

Farming culture

Movimento Agricultores de Sofá. Farming culture
Novos valores que sustentam a procura da proximidade com a natureza e com a vida no campo.

Missão: Pensar o “rural” e o “urbano” a partir de um ponto de vista dos agentes sociais que realizam essa interação, rompendo com a dualidade inerente a essas categorias. Entre o ‘local’ e o ‘global’

Neo-rurais e agricultores de sofá. O regresso à vida no campo.

Neo-Rurais / Da cidade para o campo

Neo-rural é o nome criado para designar uma nova classe de pessoas que, tendo nascido na cidade, optam por viver no campo. Geralmente são amantes do campo. Tendem a aproveitar o melhor de ambos os mundos e “levam” algum do conforto que têm na cidade para o campo. Junta-te a nós no Facebook ou no Twitter

Turistas de Sofá

Turistas de Sofá
A maior agência de turismo do mundo. O seu sofá. Turismo participativo.

Somos amistosos e curiosos, inteligentes e irreverentes, engraçados e atarefados, brincalhões e trapalhões, optimistas e saudosistas, pensativos e cognitivos, ingénuos e ténuos, divertidos e vividos, sabichões e amigalhões, honestos e lestos, vaidosos e afectuosos, empenhados e assanhados, extravagantes e acutilantes, compreensivos e objectivos, sociáveis e admiráveis, distraídos e agradecidos, orgulhosos e atenciosos, pacatos e sensatos. Mas… o que gostamos mesmo… é de viajar!

Aqui, valoriza-se a partilha de experiências, porque «as pessoas seguem as pessoas». Vale mais as ideias de outros viajantes do que a imagem transmitida por uma instituição oficial.

Colabore: Este espaço só faz sentido se houver participação desse lado do ecrã.

Junte-se a nós no Facebook e no Twitter!