Milhares de alfacinhas,renderam-se à vida no campo

Milhares de alfacinhas (e não só) renderam-se à vida no campo e desceram a avenida da Liberdade para ver vacas, porcos, pepinos e tomates.

A Festa da Quinta, em que os visitantes eram convidados a fazer um piquenique, terminou com um concerto de Tony Carreira, a que assistiram milhares. Para o vereador dos Espaços Verdes, José Sá Fernandes, a adesão das pessoas é “um indicador de que é necessário incentivar a criação de hortas urbanas“. O autarca acrescentou que perante o interesse demonstrado pelos visitantes “a mostra de alimentos funcionou como uma autêntica aula”.

Numa reprodução do mundo rural, a mostra contou com 5500 talhões, onde 32 produtores nacionais mostraram o melhor que se produz no país. Eunice Silva, presidente do Clube de Produtores da Sonae (empresa que realizou o evento), precisou que “desde 1998 as compras a produtores nacionais ultrapassaram os 1100 milhões de euros”.

Entre os visitantes, os espaços destinados aos animais foram os mais concorridos. Junto das vacas, Manuel Carvalheiro referiu que foi à avenida para “matar saudades da juventude”, quando, em Pinhel, ajudava os pais no campo, trabalho que viria a abandonar aos 25 anos, quando foi para Lisboa trabalhar como motorista.

Vegetal com má fama, por ter sido associado à propagação da bactéria E.coli, o pepino foi também exposto em Lisboa. Eunice Silva referiu que não houve qualquer receio da organização. “Os nossos clientes sempre demostraram confiança nos vegetais nacionais”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s