Desemprego


Numa das paredes cinzentas da sua (?!) casa que o banco quer de volta, colou um post-it onde escreveu uma frase – com caneta de feltro preta e caligrafia descontrolada, que diz assim “aqui mora um desempregado de longa duração que foi pau para toda a obra e agora nem nas obras consegue emprego”. Apesar do desespero que a fragilidade da situação lhe provoca, disse-me ontem com um sorriso sarcástico “são curiosas as voltas que a vida dá: quando trabalhava ansiava por descansar; agora que descanso só penso em trabalhar”.

Alberto Oliveira  Minguante

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s