A biologia da felicidade

 Medicina Felicidade Biologia Cerebro Cortex Prazer Neurologia

A felicidade é um estado de supremo bem-estar, uma miríade de estados emocionais positivos que quem vivencia quer preservar a todo o custo. Biologicamente é difícil discernir se as alterações que este estado provoca a nível cerebral são a causa ou o efeito da felicidade experimentada pelo indivíduo, mas as Neurociências trabalham afincadamente para ultrapassar a fase de especulação, determinar as diferentes interacções entre os estados de espírito e a bioquímica do corpo humano e determinar quais os meios passíveis de serem utilizados para os modificar.

Tudo tudo em nome da felicidade.

Continue a ler este artigo

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s